quarta-feira, 2 de março de 2016

Frente de Lula hoje é de 22 mil votos

Pela projeção de 13 pontos percentuais de vantagem observados na pesquisa do Instituto Opinião sobre a sucessão municipal no Cabo, que este blog traz hoje, o pré-candidato do PSB a prefeito, Lula Cabral, seria eleito, hoje, com uma frente de 22 mil votos sobre o tucano Betinho Gomes, seu principal adversário. Isso levando-se em consideração um universo votante da ordem de 160 mil eleitores. Como o percentual de indecisos ainda é alto e a tendência destes é pela definição de quem passa segurança de que sairá vitorioso, a tendência da diferença será aumentar.
É verdade que o processo eleitoral está no início, mas o fato é que o levantamento aponta uma tendência do eleitorado. Segundo o levantamento, Lula Cabral leva ainda a vantagem de apoios bem recebidos pela população. É o caso, por exemplo, quando o seu nome é vinculado ao governador Paulo Câmara, enquanto Betinho perde mais aderência pela pouca influência que o seu pai, o prefeito de Jaboatão, Elias Gomes, tem hoje no Cabo.
O cenário hoje, portanto, é muito favorável a Lula conquistar o seu terceiro mandato de prefeito, até porque a eleição não tem um terceiro candidato, a chamada terceira via. Gessé Valério (PPS), candidato apoiado pelo prefeito Vado da Farmácia (PTB), tem apenas 5,5%, estando, portanto, fora da disputa, tudo graças a alta rejeição do prefeito, que passa dos 80%.
Lula fez uma excelente gestão do Cabo, a ponto de eleger Vado, que, antes mesmo de assumir, já havia rompido com o criador. De volta à disputa municipal, Lula trabalha uma estratégia para isolar de vez o seu adversário, que já perdeu uma penca de aliados para o próprio socialista. Com a pesquisa, que a rigor não traz grandes surpresas, uma vez que as anteriores já mostravam Lula na frente, a tendência é que o favorito acabe atraindo mais apoios.

Nenhum comentário:

Postar um comentário