segunda-feira, 21 de março de 2016

Com crise agravada, folga do STF de uma semana gera críticas

Foto: Divulgação / STF
Mesmo com uma grande crise política que domina o país, o STF (Supremo Tribunal Federal) cancelou todas as sessões desta semana na corte.
Está estabelecido que na Semana Santa, a Justiça Federal, inclusive os tribunais superiores, deve suspender o expediente entre a quarta-feira e o domingo de Páscoa, de acordo com uma determinação legal, conforme lei 5.010, de 1966, que organiza a Justiça Federal de primeira instância.
De acordo com informações do jornal ‘Folha de S. Paulo’, a semana de folga do STF foi criticada, nos bastidores, por integrantes do governo. O Planalto ficou incomodado com a falta de celeridade na análise definitiva sobre a situação da entrada de Lula na Casa Civil.
A análise das ações que tratam da legalidade da posse de Lula, será coordenada por 11 ministros do STF, que voltam a se reunir no dia 30.
Ainda segundo a publicação, o STJ (Superior Tribunal de Justiça) vai paralisar suas atividades de quarta (23) a domingo (27).

Nenhum comentário:

Postar um comentário