terça-feira, 24 de novembro de 2015

PSB do Cabo acusa PPS de ser sublegenda

Após a divulgação de nota do presidente do PPS do Cabo de Santo Agostinho, Manoel Carlos, nesta segunda-feira (23), afirmando que o deputado Lula Cabral (PSB) “alimenta algumas paranoias”, a direção do PSB do município saiu em defesa do socialista e acusou o PPS de ser sublegenda do PSDB.

Confira, abaixo, a resposta da direção do PSB do Cabo:
Direção do PSB Cabo sai em defesa de Lula Cabral e acusa PPS de ser sublegenda

Foi previsível a reação do PPS do Cabo, através de seu Presidente Manoel Carlos dos Santos.
O PPS do Cabo não existe, pois sempre se prestou a ser sublegenda do PSDB.
Em 2014, todo o PPS do Cabo, inclusive o Sr. Manoel Carlos traíram o Partido, pois apoiaram o Deputado Federal

Betinho Gomes (PSDB) em detrimento de Raul Jungmann, que era candidato único do Partido Popular Socialista, tendo ficado na suplência.

O estranho é que esse foi o mesmo comportamento do PPS também de Jaboatão. Apoiou Betinho, traindo Jungmann.

É lamentável que o grupo do Deputado Betinho Gomes não tenha discurso e viva apenas da tentativa de ligar o Deputado Lula Cabral (PSB) ao atual Prefeito Vado.
É bem verdade que Lula Cabral apoiou Vado, que humilhou Betinho Gomes, nas urnas, em 2012, impondo-lhe a segunda de outras derrotas que ele irá submeter-se. Entretanto, Vado rompeu com o socialista, já em fevereiro de 2013, com dois meses de mandato.

Esconde o Sr. Manoel Carlos que quem possui aliança às escondidas com Vado é Betinho. Haja vista o comportamento de sua minúscula bancada na Câmara, três vereadores, dentre 17 da casa, que se comportam como aliados de Vado e do Secretário de Educação de Vado que filiou-se ao PSDB, esse ano, conforme cópia da Certidão do TSE e foi membro do Conselho político de sua Campanha em 2012.

Nota do blog:

Vale salientar que a esposa do presidente do PPS Manoel Carlos dos Santos é nomeada no Gabinete do Deputado Federal Betinho Gomes, com remuneração de R$ 8.690,00(oito mil, seiscentos e noventa reais), conforme documentos abaixo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário