quarta-feira, 6 de maio de 2015

Recife entra na rota do Le Tour de France

Evento mais importante do ciclismo mundial será aberto a amadores

O Le Tour de France deve chegar ao Recife em março de 2016  / AFP

O Le Tour de France deve chegar ao Recife em março de 2016

AFP

Em março do ano que vem, Pernambuco deve entrar na rota do Le Tour de France, evento mais importante do ciclismo mundial. O anúncio foi feito nesta quarta (6), em São Paulo, durante coletiva de imprensa. A prova, entretanto, chega ao Brasil já este ano, com a realização da  L'Étape Brasil na capital paulista. A Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer do Estado e a Secretaria de Turismo e Lazer do Recife são as responsáveis por trazer uma etapa da volta de ciclismo mais famosa do planeta à capital pernambucana. 
A prova no Recife será em trajeto asfaltado e pista 100% fechada para a prova. “Seremos a primeira capital do Norte/Nordeste a receber a Tour de France, que permite que atletas amadores vivenciem a experiência de participar de uma grande prova de ciclismo mundial. É o maior evento esportivo anual do ciclismo no mundo e vamos colocar Pernambuco na rota dos grandes eventos esportivos internacionais. Além da importância de entrarmos no calendário de uma competição desse porte, também temos de ressaltar os ganhos no turismo e na movimentação econômica para a população”, comentou o secretário Felipe Carreras.
O Le Tour de France já acumula 112 anos de história. Começou em 1903, com 60 participantes em um trajeto de 2,5 mil quilômetros. Em 2014, a edição contou com mais de 200 atletas em um trajeto de aproximadamente 3.600 km. “Por tudo que vem acontecendo nos últimos anos em relação ao uso da bicicleta e das mudanças necessárias no trânsito das grandes cidades, acreditamos que nosso Estado merecia ganhar um evento como esse, de porte internacional”, completou Carreras.




As etapas do Tour de France surgiram quando os ciclistas amadores começaram a participar do evento. Foi então que a organização criou a L’Étape du Tour, em 1993, com a finalidade de oferecer aos atletas e amantes do ciclismo sensações muito próximas do que é vivenciado no ambiente profissional.
O evento é referência no esporte mundial, já que  todos os anos conta com a participação de ciclistas de diversos países. Além disso, a organização da corrida contabiliza um total de 12 milhões de pessoas acompanhando a prova, ao longo dos percursos.
Nos últimos anos, em média mais de 450 brasileiros se deslocaram até a Europa para participar de cada etapa. Além da prova em si, uma série de ações são desenvolvidas antes e durante o evento, como aulas de ciclismo, palestras em escolas e promoção da cultura local. 

Fonte (JC)

Nenhum comentário:

Postar um comentário