quinta-feira, 19 de março de 2015

Veja vídeo: Ciro pediu para Cid repetir ataque

O ex-governador do Ceará Ciro Gomes (Pros), irmão do ministro da Educação Cid Gomes, aconselhou que seu irmão manter  a declaração polêmica feita aos parlamentares do Congresso na audiência da Câmara marcada para às 15h desta quarta-feira. O ministro foi convocado a prestar esclarecimentos na Casa depois de dizer, no início do mês, que há “uns 400 deputados, 300 deputados que quanto pior melhor para eles”, que querem o governo fragilizado para “achacarem mais”. Cid peitou os deputados ontem na Câmara e depois pediu demissão do Ministéro a Dilma.
— Eu acho que ele tem que afirmar o que ele disse, explicar por que ele disse isso, e voltar para casa serenamente — disse Ciro Gomes.
Perguntado se isso não complicaria a imagem da presidente Dilma, que tenta uma reaproximação com o Congresso, Ciro mostrou despreocupação com esse desdobramento:
— Não tenho a menor ideia e nem me importa.
O ex-ministro e um dos líderes do Pros disse que falar a verdade neste país, principalmente nestes tempos, “custa muito caro”.
— Eu acho que esse preço tem que ser pago porque quem faz História não são os pilantras que hoje dominam a cena nacional, e sim os homens que não se abatem diante dos constrangimentos – disse Ciro Gomes ao blog.

Nenhum comentário:

Postar um comentário