terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Empresa desiste de contrato e requalificação da BR-101 Norte e Sul é adiada

A obra estava orçada em mais de R$ 200 milhões e abrangeria desde Abreu e Lima até Jaboatão
Por Site Da TV Jornal

Reprodução/TV Jornal
Os motoristas que precisam passar pela BR-101 têm que ficar atentos aos diversos buracos que existem na via, de norte a sul. A empresa que deveria cuidar da requalificação de um trecho de 30 quilômetros está sendo investigada em um esquema de corrupção e já anunciou que vai desistir do contrato. Com isso, os motoristas vão ter que ter paciência até ver a rodovia em condições de uso.

Em um trecho próximo à Vila dos Milagres, no bairro do Ibura, Zona Sul do Recife, os buracos parecem se multiplicar. O trânsito é grande e exige muita paciência dos motoristas. Eles precisam trocar de faixa repentinamente para seguir viagem e podem provocar acidentes.

Em vários trechos da BR-101, os problemas se repetem. Tráfego lento, buracos e quase nenhum acostamento. Quando tem, também está esburacado e os motoristas não têm saída, apenas contabilizam os prejuízos. Quem sai do bairro da Macaxeira, na Zona Norte do Recife, e entra na rodovia, também enfrenta muitas dificuldades.


Reprodução/TV Jornal
Próximo à Muribeca, em Jaboatão dos Guararapes, a realidade é muito complicada. Com a degradação do asfalto da BR-101, os buracos ficam cada dia mais profundos. Um engenheiro que trabalha próximo ao local, contou que os acidentes já viraram rotina.

A má condição da rodovia é um problema antigo para os motoristas. O trabalho de tapa-buraco nunca resolveu, sempre foi um paliativo, e a obra de requalificação da rodovia é um sonho cada vez mais distante de ser realizado. A empreiteira que ganhou a licitação da obra, desistiu do contrato e agora é alvo da Operação Lava-Jato, que investiga um esquema de desvio de dinheiro. A obra estava orçada em mais de R$ 200 milhões e abrangeria desde Abreu e Lima até Jaboatão dos Guararapes.

Sem perspectiva para início da requalificação da rodovia, os motoristas seguem em ritmo cada dia mais lento e sempre acompanhados da sensação de abandono.

Através de nota, a Secretaria das Cidades informou que o Governo Estadual iniciou uma negociação para que a empresa que ficou em segundo lugar na licitação, feita há dois anos, possa assumir as obras. Caso ela não tenha interesse em assumir o serviço, será iniciado um novo processo de licitação. Enquanto isso, o Governo garante que ainda esta semana irá abrir uma licitação emergencial para que sejam feitas obras de recuperação da rodovia, com serviços de nivelamento e tapa-buraco. Este processo mais urgente deve ser concluído até o dia 15 de março.


Nenhum comentário:

Postar um comentário