O deputado estadual eleito Lula Cabral (PSB) reagiu às declarações do deputado federal eleito Betinho Gomes (PSDB), que está de saída da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), naRádio Folha FM 96,7, sobre a administração da Prefeitura do Cabo de Santo Agostinho. Por meio de nota, o socialista disse que “recebeu sem surpresas” as denúncias de Betinho e que as “acusações desesperadas” buscam atrapalhar a postulação do PSB à Primeira Secretaria da Casa.
Confira, abaixo, o texto:
Nobre jornalista, recebi sem surpresas as denúncias do Deputado Federal eleito Herbert Lamarck ( Betinho Gomes).
Ora, fui Prefeito do Cabo por 8 anos e tive todas as contas aprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado.
É lamentável, que o Deputado Herbert Lamarck (PSDB) ainda rumine as derrotas sofridas em disputas majoritárias no Cabo de Santo Agostinho.
Muito embora, ele esteja indo assumir o seu mandato em Brasília, não consegue parar de pensar, cegamente, na Prefeitura do Cabo. As eleições ainda serão em 2016 e ele anda ansioso, pois goza da condição de eterno candidato e eterno perdedor.
Betinho, na Assembléia é conhecido por todos por seu azedume e por suas contradições e covardias. Se posiciona de uma forma na tribuna e para imprensa, mas na prática faz o contrário. Em dois mandatos na ALEPE, Betinho só conseguiu conquistar três TROFEUS LIMÃO “honraria” que era dada ao Deputado mais chato da Casa.
Quanto às acusações desesperadas, que buscam atrapalhar a postulação de nosso Partido(PSB) à Primeira Secretaria, estas são frutos do desespero e da inveja, pois é inábil e não possui vida própria, sobrevivendo na política à sombra do Pai, o Prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Elias Gomes.
Do ponto de vista moral, o Deputado Betinho não possui qualquer autoridade, pois na iniciativa privada quebrou sua fábrica de fubá, restando vários processos e no âmbito público, é conhecido como passador de cheques sem fundos, como o de R$ 365 mil reais, conforme cópia anexa. O cheque foi da campanha de Deputado em 2010, que foi trocado num empréstimo e omitido nas suas prestações de contas de campanha, o que caracteriza o crime eleitoral e de estelionato. Ele é az na arte do calote e um desastre como administrador. Os processos tramitam na 4ª Vara Cível da Comarca de Jaboatão.
Lula Cabral (PSB)
Deputado estadual eleito