terça-feira, 13 de janeiro de 2015

Cantor de pagode é assassinado no Cabo

Polícia Civil ainda não tem pistas dos suspeitos e da motivação do crime

 

A Polícia Civil investiga o assassinato do cantor de uma banda de pagode durante um show no Cabo de Santo Agostinho, na Região Metropolitana do Recife, na tarde do último domingo (11). A vítima, de 31 anos, foi alvejada por mais de dez tiros quando se apresentava em um bar na Cohab. Outros dois músicos, que também acabaram atingidos, foram encaminhados para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do município, mas passam bem.
Uma equipe do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) esteve no local para dar início às investigações, mas não obteve pistas dos suspeitos e a respeito da motivação do crime, já que testemunhas não quiseram dar declarações. O que se sabe, até agora, é que os criminosos, provavelmente, se aproximaram usando uma moto e, então, efetuaram os disparos contra o vocalista. O caso será encaminhado para a Delegacia de Homicídios do Cabo de Santo Agostinho.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário