sexta-feira, 1 de agosto de 2014

Suspeito de cometer latrocínios e homicídios no Cabo de Santo Agostinho é preso

Cleiton Cardoso dos Santos foi capturado após tentativa mal sucedida de latrocínio

Divulgação
Cleiton teria cometido latrocínios em 2003, 2013 e 104
O suspeito de cometer vários homicídios e latrocínios no município do Cabo de Santo Agostinho, Cleiton Cardoso dos Santos (22 anos), foi apresentado na sede da 40ª circunscrição da Polícia Civil na tarde desta quinta-feira (31). De acordo com informações da polícia, Cleiton deu entrada na unidade por conta de uma tentativa de latrocínio, que acabou com o suspeito ferido, praticada por ele na última segunda-feira (28).
Segundo informações repassadas pelo delegado responsável pelo caso, Edenilson Matos, Cleiton invadiu uma casa situada no bairro de São Francisco, também no Cabo, por volta das 07h da última segunda. Na ocasião, o suspeito portava uma arma de fogo e obrigou um casal de moradores a retirar vários objetos do interior de sua casa e a colocar em um dos carros que estava na garagem do imóvel, veículo que seria roubado por Cleiton.
No entanto, enquanto se preparava para fugir com o carro, o suspeito foi surpreendido por uma reação de um dos moradores da casa invadida, que entrou em luta corporal com o bandido. Na briga, Cleiton acabou disparando alguns tiros com sua arma e um deles atingiu o próprio suspeito na região do abdômen. Depois de baleado, Cleiton tentou fugir do local, mas acabou detido por alguns moradores da área que chamaram a polícia.
“Ele teve sorte que os moradores do bairro não fizeram um linchamento. Em nossos registros, visualizamos outras queixas contra ele por latrocínios e homicídios praticados nos anos de 2003 e 2013”, contou Edenilson.
Ainda na segunda-feira (28), Cleiton foi encaminhado para atendimento no hospital Dom Helder. Nesta quinta, após receber alta, ele foi apresentado na sede da 40ª circunscrição policial. De lá, ele será encaminhado para o Centro de Observação e Triagem professor Everardo Luna (Cotel). 

Nenhum comentário:

Postar um comentário