terça-feira, 5 de agosto de 2014

Morre mais um interno envolvido em tumulto na Funase do Cabo de Santo Agostinho

Este é o segundo interno envolvido no tumulto na unidade que vem a óbito

Maurício Ferry/Arquivo Folha
Segundo a Funase, os jovens se feriram após atear fogo nos colchões do próprio alojamento
Morreu no início da tarde desta segunda-feira (04) mais um interno queimado durante um princípio de rebelião no Centro de Atendimento Socioeducativo de Pernambuco (Case) do Cabo de Santo Agostinho, no dia 15 de julho. O jovem, de 17 anos, faleceu por volta de 13h30, na Unidade de Tratamento de Queimados do Hospital da Restauração (HR), local onde estava internado. Este é o segundo interno envolvido no tumulto que veio a óbito. O primeiro havia sido Luan de Oliveira, de 18 anos.
Dos outros dois jovens envolvidos no princípio de rebelião, um de 17 anos recebeu alta hospitalar no último dia 23 de julho, e Fábio Lima, de 19 anos, foi liberado no final da manhã desta segunda-feira, de acordo com o Hospital da Restauração. Os jovens deram entrada na unidade de saúde em estado grave, com queimaduras pelo corpo e inalação de muita fumaça. Durante o período em que estiveram internados, a respiração deles inspirou cuidados por parte da equipe médica.
Segundo a Funase, os jovens se feriram após atear fogo nos colchões do próprio alojamento. A instituição informou que abrirá uma sindicância para apurar o caso e enviou os colchões incendiados para serem periciados, pois eram revestidos de material anti-chamas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário