quarta-feira, 3 de julho de 2013

Oposição do Cabo encontra plantão de hospital fechado no Cabo e faz queixa ao Ministério Público

Foto: Divulgação
Em meio ao transtorno causado pela greve dos profissionais rodoviários da Região Metropolitana do Recife (RMR), nessa segunda-feira (1º), o plantão de emergência do Hospital Municipal Mendo Sampaio, no Cabo de Santo Agostinho, foi fechado. A informação foi repassada por vereadores da oposição do município, que participavam de uma reunião do PSDB e estiveram no local. De acordo com os vereadores, os relatos de fechamento da emergência são frequentes.
Indignado, o vereador José de Arimatéia (PSDB) registrou nessa terça (2) uma queixa junto ao Ministério Público alegando que, independente da justificativa apresentada, cabia à prefeitura do município "a responsabilidade de garantir o plantão". "Agora é aguardar", explicou o vereador.

Segundo Arimatéia, a justificativa recebida para o fechamento foi a ausência de profissionais, em função da dificuldade de locomoção dos técnicos de enfermagem. Apesar de o cartaz afixado na porta justificar "falta de mão de obra", haviam três deles no local no momento da visita dos vereadores e quatro médicos.
Além dos profissionais, o aviso dizia ainda que o aparelho de teleradiografia estava quebrado, o laboratório estava inoperante e havia "impossibilidade de leitos para pacientes graves". No local, os profissionais disseram aos parlamentares que a equipe só poderíam atender aos pacientes já internados.

Segundo apurou o Blog, o secretário municipal de Saúde, Luis Alves de Lima Filho, tem reclamado a interlocutores da existência de um boicote de médicos e de pessoal à gestão atual.
OUTRO LADO - Procurada pela reportagem, a Secretaria de Saúde negou que a unidade de saúde tenha fechado. "De acordo com a Gerência de Atenção à Saúde (Gas), o hospital estava apenas com o atendimento restrito, já havia médicos na unidade", informa o texto.

Segundo a gerência, os atendimentos não foram prejudicados, pois os casos graves foram atendidos pelos médicos de plantão. A pasta ainda afirma que alguns profissionais não conseguiram chegar ao trabalho por causa da greve dos rodoviários.

Veja a nota completa:

A Secretaria de Saúde do Cabo de Santo Agostinho, através da Gerência de Atenção à Saúde (Gas), informou que o Hospital Mendo Sampaio, mais conhecido por unidade Mista, não foi fechado nesta segunda-feira (1º de julho). De acordo com a Gas, o hospital estava apenas com o atendimento restrito, já havia médicos na unidade.

Segundo a Gas, alguns profissionais do quadro, não conseguiram chegar na unidade por conta da greve dos motoristas de ônibus. A gerência informou ainda que os atendimentos não foram prejudicados, já que todos os casos graves foram atendidos pelos médicos de plantão.

Gas explicou que a segurança da unidade estava sendo realizada por dois guardas municipais que estavam de plantão.  A gerência também comentou que o aparelho de telegrafia estava em manutenção na segunda-feira (1º de julho), mas que o equipamento já está funcionando normalmente. Sobre os leitos, a Gas esclareceu que a Mista, possui três leitos, disponíveis para pacientes com quadro grave.

A Secretaria de Saúde informou ainda que a direção do Mendo Sampaio não tinha conhecimento do informativo que foi colocado na área externa da unidade, com a informação: “Plantão Fechado”. O fato está sendo investigado pelo órgão e o responsável pelo ato responderá inquérito administrativo.

Fonte (Blog de Jamildo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário