banner de rolagem carrosel

quarta-feira, 16 de abril de 2014

SE ELA NÃO FALA…

Graça 420x420 Se ela não fala....

Uma proposta de “3ª via” para o Brasil

Eduardo Campos quer ser o candidato alternativo ao PSDB e ao Partido dos Trabalhadores
Nas seis últimas eleições presidenciais, o Partido dos Trabalhadores esteve no segundo turno de todas elas: 1989, 1994, 1998, 2002, 2006 e 2010. Perdeu três e ganhou três com, pela ordem, Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff. O PSDB, por sua vez, foi finalista nas últimas cinco, das quais ganhou duas com Fernando Henrique Cardoso (1994 e 1998). Para esta eleição de outubro próximo, o PT se apresenta com a presidente Dilma Rousseff, candidata à reeleição, e o PSDB com o senador Aécio Neves. Trata-se, respectivamente, do maior partido do governo e do maior partido da oposição, o que, em tese, lhes asseguraria vaga no segundo turno. Mas o ex-governador Eduardo Campos lançou-se candidato, com Marina Silva na vaga de vice, disposto a quebrar essa polarização. Ele se apresenta como alternativa ao PT e ao PSDB com a mesma garra e obstinação com que foi “terceira via” em Pernambuco em 2006 e ganhou a eleição.
Uma ausência negociada
Os governadores Renato Casagrande (ES) e Camilo Capiberibe (AP), ambos do PSB, não foram ao lançamento da candidatura de Eduardo Campos à sucessão presidencial após aviso prévio ao próprio. É que seus vices pertencem ao PT e eles temem perder o apoio desse partido à sua campanha à reeleição. Mas não vão subir no palanque de Dilma (PT) e muito menos de Aécio Neves (PSDB). Já o ex-governador do Piauí, Wilson Martins (PSB), não foi porque não quis.
Prefeitos – Apenas dois prefeitos de capitais do PSB prestigiaram o lançamento da chapa “açaí com tapioca” (Eduardo e Marina) à sucessão presidencial: Geraldo Júlio (Recife) e Mauro Mendes (Cuiabá). Este último submeteu-se a uma cirurgia, há menos de um mês, para doação de um rim à esposa, Virgínia. Márcio Lacerda (Belo Horizonte) não foi porque vota em Aécio.
Audiência – Foi Humberto Costa (PT) quem convenceu a presidente da Petrobras, Graça Foster, a comparecer ontem ao Senado para dar explicações sobre a saúde financeira da empresa.
Ameaça – Depois da Bahia e do Rio de Janeiro, outras seções do PMDB ameaçam fechar com Aécio para presidente, pondo em risco a repetição da aliança com o PT nas próximas eleições.
Restauro – Caso o governador João Lyra Neto decida mandar restaurar o trecho da BR-232 que liga o Recife a Caruaru, terá que desembolsar R$ 80 milhões (a preços de setembro de 2013).
Vai, Dilma – Dos quatro petistas pernambucanos que estão no Congresso – Humberto Costa, João Paulo, Fernando Ferro (foto) e Pedro Eugênio -, nenhum engrossa o movimento “Volta, Lula” que tem o apoio de 13% da bancada do partido na Câmara e no Senado.
Rasteira – Antecessor de Fernando Bezerra Coelho (PSB) no Ministério da Integração, o ex-deputado Geddel Vieira Lima (PMDB-BA) levou Eduardo Campos a Salvador, 15 dias atrás, para a festa de 15 anos de sua filha Mariana. Mas, anteontem declarou apoio a Aécio.
Reação – Júnior Friboi, o bilionário “rei da carne” que contratou até Roberto Carlos para fazer propaganda de seus produtos, filiou-se ao PSB de Goiás em 2012, pelas mãos de Eduardo Campos, para disputar o governo estadual, mas depois correu para o PMDB. Hoje, uma grande parte dos seus líderes não o quer como candidato e sim o ex-governador (3 vezes) Iris Rezende.
Roteiro – Das 200 maiores cidades brasileiras que Eduardo Campos e Marina Silva pretendem visitar até o mês de junho, apenas 13 são governadas pelo PSB, entre elas Recife, Cuiabá, Porto Velho, Belo Horizonte, Campinas e São José do Rio Preto. O partido elegeu também o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, mas ele o abandonou junto com Cid Gomes para filiar-se ao PROS.

Lombadas eletrônicas da PE-60 e PE-35 e BR-232 são desligadas durante feriado

Desativação dos aparelhos vai ocorrer por conta do grande fluxo durante a Semana Santa


As lombadas eletrônicas instaladas nas rodovias PE-60, PE-35 e BR-232 serão desligadas a partir das 5h desta quinta-feira (17) até as 5h da terça-feira (22). A desativação dos aparelhos vai ocorrer por conta do grande fluxo de veículos durante o feriado da Semana Santa, divulgou o Departamento de Estradas e Rodagem (DER).
Com o intuito de melhorar a mobilidade, o DER vai disponibilizar educadores de trânsito na rodovia PE-145 para orientar os motoristas que seguem com destino ao espetáculo da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém, no Brejo da Madre de Deus, Agreste do Estado, além de pontos estratégicos das estradas que ligam o Litoral.

Eduardo Campos cobra providências do Planalto sobre Petrobras

Foto: Eduardo Braga/SEI
Foto: Eduardo Braga/SEI
Da Agência Estado
O pré-candidato à Presidência da República pelo PSB, Eduardo Campos, disse nesta terça-feira, 15, considerar importante o reconhecimento público feito pela presidente da Petrobras, Graça Foster, de que a compra da refinaria de Pasadena tenha sido um mau negócio. Mas ele cobrou que sejam tomadas providências a partir desse reconhecimento. Campos evitou aprofundar os comentários alegando não ter acompanhado o depoimento prestado pela presidente da Petrobras durante audiência no Senado.
Eduardo Campos fez à noite uma palestra para estudantes da Universidade Estácio de Sá, na Barra da Tijuca (zona oeste do Rio). No primeiro evento público após formalizar sua pré-candidatura à Presidência, o ex-governador de Pernambuco disse que o Brasil enfrenta uma “crise de expectativa e confiança”.
“Temos nações, mundo afora, com a mesma expressão econômica e política que o Brasil (e) que têm fundamentos econômicos mais débeis. O problema do Brasil é crise de expectativa e confiança. As pessoas, os agentes sociais e econômicos, têm necessidade de saber qual é a estratégia, qual é o rumo. A gente hoje não percebe que haja estratégias de longo prazo, como grandes blocos e nações estão apresentando”, afirmou Campos durante a primeira edição do evento “Presidenciáveis: Ciclo de Debates sobre o Futuro do Brasil”, promovido pela universidade.
Na palestra, Campos explorou temas levantados durante as manifestações de rua promovidas no ano passado, como mobilidade urbana e saúde e segurança públicas. Ele disse que, para haver mudanças nessas áreas, é preciso um novo pacto político. “Não dá para fazer um novo ciclo com a velha política. É preciso mudar as pessoas que já deram o que tinham que dar ou que nunca deram efetivamente nada, só tiraram da política. É preciso colocar o fisiologismo, o patrimonialismo na oposição”. Para ele, a qualidade de vida deve ser a “grande bandeira, símbolo de mudança”.
Perguntado sobre o impacto da Copa do Mundo sobre os brasileiros Campos disse que as mudanças esperadas em função da Copa provavelmente não vão se concretizar. “A sociedade não quer dizer que não gosta de futebol, não vá torcer pela seleção. O recado que está colocado com clareza é que o futebol não é o assunto número um para a população. É preciso melhorar os serviços de saúde, educação, transporte coletivo e segurança”, disse o candidato, fazendo eco às manifestações de rua.

Operação 'acalma Inocêncio': visitas de Coelho e Câmara

Do Diario de Pernambuco - Rosália Rangel
 O presidente estadual do PR, deputado federal Inocêncio Oliveira, recebeu ontem a visita do pré-candidato ao governo do estado pelo PSB, Paulo Câmara, e do ex-ministro Fernando Bezerra Coelho, indicado para disputar o Senado. Mesmo declarando apoio aos socialistas na disputa local e à pre-candidatura de Eduardo Campos (PSB) a presidente da República, Inocêncio não esconde a insatisfação pelo fato de o seu partido ter ficado fora do governo na gestão do governador João Lyra (PSB).

De acordo com informações de bastidores, Inocêncio chegou a falar no assunto com os pré-candidatos. Mas ele já iniciou um ciclo de conversas com Lyra para contornar a situação. Na reunião com Câmara e Bezerra, o parlamentar disse estar confiante na vitória da Frente Popular "para dar continuidade aos avanços conquistados pelos governos Eduardo Campos e João Lyra", frisou.

Adutora não funciona

     Adutora não funciona
Um dia após a presidente Dilma inaugurar o trecho da Adutora do Pajeú, ligando o sistema da base em Serra Talhada até Afogados da Ingazeira, a população botou a boca no trombone, ontem, no programa de Nill Júnior, da Rádio Pajeú, para denunciar que a água não está chegando às torneiras.
Consumidores dos mais diversos bairros da cidade reclamaram da conta cara cobrada pela Compesa sem ter direito ao líquido para as necessidades básicas do dia a dia. A falha na distribuição da água não é exclusiva do ramal que chega até Afogados da Ingazeira.
Em Serra Talhada, primeiro cidade contemplada, as queixas são generalizadas quanto à falta de água, principalmente nos bairros mais populosos e afastados do centro urbano. É inadmissível que a população continue sendo enganada pelo poder público.
Obras no Brasil só deveriam ser inauguradas quando fossem testadas e, consequentemente, aptas para entrarem em operação, servindo à população. Infelizmente, os governos em geral se apressam em entregar projetos inacabados, simplesmente com o intuito de tirar proveito político.
Responsável pela distribuição da água da Adutora do Pajeú e pela operação do sistema, a Compesa alega que ainda faltam obras complementares para que a água jorre nas torneiras na sua plenitude como deveria ocorrer, evitando frustração e desapontamento por parte de quem tanto precisa do líquido.
Mais lógico, portanto, seria ter adiada a inauguração, porque o que está acontecendo no Pajeú não arranha apenas a imagem do Governo Federal, que gastou a maior parte dos recursos com o projeto.
Prejudica, sobretudo, o Governo do Estado, porque a parte mais delicada da Adutora do Pajeú, a administração do sistema de distribuição da água, é de responsabilidade da Compesa.  
É aí onde mora o perigo!
CORREÇÕES– Em entrevista, ontem, ao Frente a Frente, o presidente da Compesa, Roberto Tavares, disse que a estatal vem fazendo o possível para colocar em ordem o sistema da Adutora do Pajeú. Ressaltou que os entraves encontrados no decorrer da obra estão sendo superados. “Investimos R$ 17 milhões no projeto e vamos corrigir as falhas eventualmente surgidas”, observou.
Dilma Pinóquio– Em discurso no Senado, Jarbas disse que Dilma veio a Pernambuco mentir. Veja a pauleira: “Em comício eleitoral, bancado com dinheiro público, avião presidencial, casaco vermelho, da cor do PT, ela foi a Pernambuco e faltou com a verdade. Mentiu. Não é verdade. Ela sabe disso. É a corrupção que está destruindo a Petrobras. Não é a oposição, não é a mídia, não é a imprensa”, afirmou.

Para 10 milhões– Deu em Ilimar Franco, de O Globo: “O candidato de oposição Eduardo Campos (PSB) vai propor a ampliação, em cerca de 10 milhões, do número de pessoas beneficiárias do Bolsa Família. Sua equipe de programa de governo estima que esse é o número dos que também atendem ao critério de baixa renda mensal. Na gestão da presidente Dilma, já recebem a bolsa 14,1 milhões de famílias. Seu custo em 2013 foi de R$ 24,7 bilhões”.
Incendiários em ação- A estratégia da oposição é intrigar o governador João Lyra com Eduardo, seu antecessor. Petistas chegaram a chamar Lyra de estadista por não ter ido a Brasília prestigiar o anúncio da chapa presidencial Eduardo-Marina. Mas o governador disse, desde o primeiro momento, que sua presença na comitiva de Dilma, no mesmo dia, era institucional.
Briga sertaneja- Em Serra Talhada, o prefeito Luciano Duque (PT) e o ex-prefeito Carlos Evandro (PSB) estão distanciados. Coube a Duque fazer o mais contundente ataque ao ex-governador Eduardo Campos na fala diante de Dilma, segunda-feira passada, acusando-o de não ter priorizado o Interior. Evandro disse que as principais obras que Duque consegue fazer são com recursos do FEM, criado por Eduardo.

CURTAS
SONRISAL– Recentemente refeita, tendo ficado um tapete, a PE-320, que liga Serra Talhada a Afogados da Ingazeira, já está se dissolvendo feito Sonrisal. Alguns trechos já foram recapeados, mas é visível a presença de buracos abertos pela chuvarada. Uma vergonha!
COM O MST- O governador João Lyra recebeu, ontem, integrantes da passeata do MST, anunciando em seguida a criação de uma coordenação que vai acompanhar o atendimento de pontos da pauta de reivindicações do grupo. O documento foi entregue pelo coordenador do MST no Estado, Jaime Amorim.
Perguntar não ofende: Será que Dilma foi informada que a água da Adutora do Pajeú não chega às torneiras?
'O que se indigna à toa fará doidices, e o homem de maus intentos será odiado. (Provérbios 14-17)

Fonte (Blog do Magno)

terça-feira, 15 de abril de 2014

Comunidade alagoana recebe sistemas que tornam água salobra própria para consumo

A ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, entregou, nesta quarta-feira (15), no município de Santana do Ipanema, 24 sistemas de dessalinização do Programa Água Doce, com custo de R$ 2,2 milhões. O programa consiste em retirar água salobra do solo e torná-la apta para consumo das comunidades do Semiárido.

Lançado este ano, o Água Doce atende, atualmente, a 100 mil pessoas por meio de 150 sistemas de dessalinização espalhados pela região. A meta do governo é atender a um quarto da população do Semiárido, o equivalente a 2,5 milhões de pessoas, até 2019.

Alguns desses sistemas, porém, vão além de apenas oferecer água potável às pessoas. Algumas comunidades, cujos poços têm maior vazão, contam com o chamado Sistema de Produção Integrado, no qual a água resultante do processo de dessalinização que, normalmente, é jogada fora, contaminando o solo, é aproveitada. A água imprópria para o consumo humano, chamada de concentrado, é usada na criação de tilápias em dois tanques. Os peixes são vendidos à população e a renda é revertida para manutenção do próprio sistema.

Outro tanque recebe uma água rica em matéria orgânica, a que foi usada na criação dos peixes. Ela é destinada à irrigação de uma planta chamada erva-sal, usada na produção do feno, que alimenta cabras. É esse sistema sustentável de produção que vai passar a funcionar em Santana do Ipanema. O sistema existe desde junho de 2012 na comunidade de Timbaúba, no município de Cacimbinhas, também em Alagoas.

“Assim fecha-se o ciclo. Desenvolve-se a comunidade, criam-se condições para que ela possa ser independente do ponto de vista de recursos hídricos, faz-se inclusão social e qualifica-se as pessoas. E o melhor é que tudo é pactuado com a comunidade”, disse Izabella Teixeira, ao visitar a comunidade de Timbaúba. Segundo a ministra, o importante é firmar parcerias e ouvir as comunidades para ampliar o Sistema de Produção Integrado por todo o Nordeste.

“As tecnologias estão aí e os custos são baixos: cerca de R$ 450 por pessoa. É um aprendizado para o Brasil entender como se lida com água. E este povo está dando um show. E quem está discutindo  mudanças do clima tem que ver essas soluções que o país está adotando para adaptação, por exemplo. Isso é um projeto concreto de adaptação”, acrescentou Izabella.

O agricultor Reginaldo de Amorim e a mulher, Elisabete Caetano, destacam as melhorias que tiveram com a implantação do programa. Moradores de uma comunidade localizada em Cacimbinhas, eles tinham que andar cerca de 30 minutos para conseguir água potável em açudes ou barragens.

Hoje, eles pagam R$ 5 e têm direito a dois galões de 200 litros por mês. “Mudou muito. Agora, a gente bebe água de ótima qualidade. E tem a criação de peixes, que beneficia a comunidade”, diz o casal. O dinheiro que eles pagam pela água é revertido na manutenção do sistema e em ajuda de custo para os operadores, membros da comunidade.

Ter água potável perto de casa melhorou a vida de todos. “A coisa melhorou muito. Agora temos água mais perto e melhor. Na época em que bebíamos água dos potes, de barragens, era água da terra”, lembra Irani, outra moradora da localidade. Também agricultora, Irani conta que, anos atrás, precisou de furar o cano no qual corria água do Rio São Francisco. “Não tínhamos onde buscar água, porque a barragem tinha secado. Fomos lá de noite e furamos o cano. A polícia passava a gente sabia que que era proibido, mas estava com sede e não tinha água para nada. Era um desespero.”

Para o coordenador nacional do Programa Água Doce, Renato Ferreira, o processo de dessalinização desenvolvido no Semiárido poderia ser adaptado para captar água do mar e suprir cidades que já sofrem com o racionamento de água. “O bom desses sistemas é que eles são modulares. Então, o próprio sistema se adapta à quantidade e qualidade da água. [O sistema para captar água do mar] não seria diferente desse, só em maior proporção”, explica Ferreira. Na opinião de Ferreira, os setores responsáveis deveriam considerar mais o tratamento de água do mar.

“Acho que é uma questão de discussão tecnológica. A maioria dos setores de saneamento do país ainda está focada no modelo de tratamento de água convencional. E a maioria desses sistemas ainda pensa na água daquele rio de antigamente, que tinha um pouquinho de esgoto doméstico, um pouco disso, um pouco daquilo. E hoje não, é metal pesado, agrotóxicos, hormônios. Quer dizer, os sistemas convencionais de água atuais não tiram boa parte disso”, conclui o coordenador do Água Doce.

*O repórter viajou a convite do Ministério do Meio Ambiente
Fonte: Agência Brasil

Para ir além dos 12% de intenções de votos, Paulo Câmara acerta apoio de Vado da Farmácia, no Cabo

f28775f846dda941961b641ed3cd6060
A pré-candidatura de Paulo Câmara já está bem articulada no Cabo de Santo Agostinho.
Em almoço nesta terça, 15 de abril, o prefeito do Cabo de Santo Agostinho Vado da Farmácia (PSB) afinou vários detalhes referentes a eleição a governador do colega de partido Paulo Câmara e, no encontro gastronômico, já traçaram algumas ações conjuntas para logo após a Semana Santa no município.
O Cabo de Santo Agostinho, com mais de 200 mil habitantes, é estratégico para a consolidação da candidatura na Região Metropolitana do Recife.
Na primeira pesquisa de intenções de voto, o Instituto de Pesquisa Maurício de Nassau mostrou como andam as intenções de voto sobre as eleições estaduais de 2014. O levantamento mostra que o senador Armando Monteiro Neto, do PTB, saiu na frente na corrida eleitoral deste ano em Pernambuco. O petebista tem 39% das intenções de voto, nas pesquisas estimuladas. O socialista, que nunca disputou uma eleição, aparece com 12% das intenções de voto, nas pesquisas estimuladas. 34% dos entrevistados disseram que vão votar, branco, nulo ou em ninguém. Outros 15% afirmaram não saber ou não responderam.
Fonte (Blog de Jamildo)

Polícia Militar afasta policiais envolvidos na morte de um homem neste domingo

Agentes afirmam troca de tiros, mas nenhuma arma foi encontrada no carro do morto


Domingos Sávio, do FolhaPE
Atualizada às 20h07
Os policiais militares envolvidos na morte de Adriano Egito Santos Ramos, de 26 anos e morto durante uma perseguição na noite do último domingo (13), no bairro de Afogados, foram afastados de suas atividades pela Polícia Militar (PM) nesta segunda-feira (14) e encaminhados para acompanhamento psicológico no centro de assistência social da corporação. De acordo com o órgão, o afastamento dos agentes tem o intuito de preservar o rumo das investigações. As armas dos policiais e os carros envolvidos na perseguição foram recolhidos para perícia.
No último domingo, após supostamente se negar a parar em uma blitz, Adriano foi perseguido por agentes policiais e, segundo o relato dos PMs, teria desferido tiros em direção dos policiais. Por conta dos supostos tiros desferidos por Adriano, os agentes teriam revidado e atingido o suspeito em fuga com um tiro, que culminou em sua morte.
No entanto, após perícia, nenhuma arma foi encontrada no interior do carro que foi conduzido por Adriano. Fato que levantou dúvidas sobre a veracidade do relato fornecido pelos policiais para o caso e motivou a corporação a afastar os agentes de suas funções.
"Não sei o que aconteceu, mas sei o que não aconteceu. Meu irmão nunca tocou em uma arma, ele não estaria envolvido em uma troca de tiros", disse o jornalista Cristiano Ramos, irmão da vítima. No Facebook, Cristiano informou que o velório e o enterro de Adriano será realizado nessta terça-feira, no Parque das Flores, por volta das 10h. 
Nesta tarde, a assessoria de comunicação da PM divulgou uma nota em que o órgão esclarece a decisão de afastar os agentes.
A nota enviada pela Polícia Militar pode ser conferida, na íntegra, a seguir:
“A Assessoria de Comunicação informa, cujos PMs envolvidos na ocorrência que resultou na morte de um homem após ser atingido por disparos de armas de fogo, já foram afastados da atividade operacional e encaminhados para acompanhamento psicológico no Centro de Assistência Social da Corporação.
A medida visa preservar as investigações, as quais já estão acontecendo tanto no âmbito da PMPE quanto na Polícia Civil, que já está apurando as circunstâncias e responsabilidades dos envolvidos na perseguição policial. Por fim, as armas utilizadas pelos policiais militares foram entregues, juntamente com as viaturas, a fim de realização da perícia técnica”.

ROBALO É O NOVO MASCOTE DA COPA DO MUNDO

novo mascote 560x420 Robalo é o novo mascote da Copa do Mundo

SUÍÇA – Preocupado com a queda de popularidade da Copa do Mundo, o ministro Aldo Rebelo contratou o Ipea para realizar uma série de sondagens que vão descortinar as razões do descontentamento nacional. “Contemplamos sedes com larga tradição futebolística, como Manaus e Cuiabá, e atualizamos nossos estádios com a ajuda de fornecedores de primeira qualidade indicados pela FIFA. Criamos novos ícones culturais, como o Fuleco, a Caxirola e a Cafuza. Nem assim o nosso bom povo ficou satisfeito”, lamentou Rebelo.
De acordo com as os primeiros resultados da consulta popular, 88% dos brasileiros acham que o robalo é o animal mais adequado para representar a relação entre a Copa do Mundo e o país. Na internet, uma campanha ufanista emergiu das redes sociais e foi criada a hashtag #vamosrobalo. Contratada em regime de urgência, sem licitação, a pesquisa custará 35 bilhões aos cofres públicos e terá seu resultado final divulgado em 2019.
Rebelo, no entanto, fez questão de se antecipar e prometeu atender aos anseios populares. “Infelizmente, não haverá tempo hábil para trocar o Fuleco antes da Copa. Mas, em paralelo, adotaremos o robalo como mascote oficial da III Copa Cristã sub-17 de Biritiba Mirim, que começa em dezembro”, comemorou.
A escolha do novo mascote ganhou adeptos entre os jogadores e dirigentes. O goleiro Felipe, do Flamengo, apoiou a ideia. “Robalo é mais gostoso”, afirmou.