banner de rolagem carrosel

sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Acidente deixa um ferido na BR-101, em Escada

Do JC Trânsito
O acidente deixou um motorista preso às ferragens / Foto: Reprodução / Rede Globo
O acidente deixou um motorista preso às ferragensFoto: Reprodução / Rede Globo
Um acidente envolvendo dois caminhões deixou um ferido e bloqueia o km 125 do sentido Interior/Recife da BR-101 Sul, no município de Escada, Zona da Mata de Pernambuco, na manhã desta sexta-feira (19).
Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o motorista de um dos caminhões, de identidade não revelada, ficou preso às ferragens, mas foi socorrido. Um dos caminhões ainda está na pista e complica o trânsito no local. Não há informações sobre o estado de saúde da vítima.

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

EUA e Cuba abrem caminho para retomar relações diplomáticas

Nova era entre dois históricos adversários


A Guerra Fria terminou nesta quarta-feira na América. Um quarto de século depois da queda do muro do Berlim, Estados Unidos e Cuba deram o primeiro passo para normalizar suas relações e encerrar uma das últimas anomalias da política externa norte-americana: um sistema de sanções em vigor desde 1961, que afinal foi inútil para seu propósito, o fim do regime dos irmãos Castro. O presidente Barack Obama anunciou o início de conversações com a ilha para restabelecer as relações diplomáticas, rompidas há 53 anos, e para abrir uma embaixada em Havana. Obama determinou uma revisão da presença de Cuba na lista de patrocinadores do terrorismo. Washington facilitará as viagens e o comércio. O degelo foi anunciado horas após a revelação de que haveria uma troca de dois presos norte-americanos em Cuba por três cubanos que estão nos EUA. O acordo, depois de uma conversa de Obama com Raúl Castro, é resultado de mais de um ano de negociações, nas quais o Papa teve um papel central.
O presidente Obama, que em 2009 chegou à Casa Branca com a promessa de dialogar com os líderes rivais, justificou a decisão pela ineficácia das sanções diplomáticas e do embargo comercial. “No final das contas”, disse em uma declaração solene, “esses 50 anos demonstraram que o isolamento não funcionou. Chegou a hora de um novo enfoque”.
A tensão marcou as relações com Cuba por parte de todos os presidentes norte-americanos desde Dwight Eisenhower. Nesse período, o exílio cubano transformou o sul da Flórida. A pressão para evitar qualquer concessão aos Castros, afiliados à União Soviética durante a Guerra Fria, e o desinteresse de Havana pela perda do argumento de vítima do embargo, frearam as tentativas e aproximação.
As medidas anunciadas nesta quarta-feira por Obama –ao mesmo tempo em que Raúl Castro se dirigia aos cubanos pela televisão– rompem a política dos EUA e se deparam com uma forte resistência no Congresso, refratário até agora a qualquer sinal de distensão se, em troca, Cuba não se democratizar. Líderes republicanos como o senador Marco Rubio, filho de cubanos, prometeram fazer o possível para, em suas palavras, “bloquear essa tentativa perigosa e desesperada do presidente de abrilhantar seu legado às custas do povo cubano”.
Obama não pode levantar por sua conta o embargo, um complexo emaranhado normativo. Suprimir boa parte das sanções econômicas requer a aprovação do Congresso. Mas ele dispõe, sim, de margem para relaxar a tensão, e essa é a via que adota com a anuência do presidente Castro. A conversa telefônica de Obama e Castro – a primeira oficial de um líder norte-americano e outro cubano desde a Revolução Cubana, em 1959– foi o ponto culminante na terça-feira de meses de negociações secretas entre emissários da Casa Branca e do Governo cubano. Obama e Castro falaram por cerca de uma hora.
Na primeira hora desta quarta-feira a Casa Branca anunciou que Cuba libertava Alan Gross, um subcontratado norte-americano preso em Havana desde 2009, e também um misterioso espião de nacionalidade cubana, que trabalhava para os EUA e estava havia quase vinte anos preso. Em troca, os EUA soltaram três espiões cubanos que estavam havia mais de uma década detidos no país. A Casa Branca insistiu durante anos que a detenção de Gross era o obstáculo decisivo para qualquer aproximação.
A negociação tinha começado muito antes, em junho de 2013. Os emissários se reuniram várias vezes no Canadá. A reunião decisiva se realizou neste semestre no Vaticano. O papa Francisco atuou como mediador.
Obama e o papa abordaram o problema em março, quando o presidente dos EUA visitou Roma. E em meados do ano Francisco enviou uma carta a Obama e a Castro na qual fazia um chamamento para que resolvessem a detenção dos presos em ambos os países.
O ocorrido nesta quarta-feira é o primeiro gesto de aproximação de Obama em relação a Cuba. Nos seis anos em que está na Casa Branca, ele suavizou as condições para que os cubano-americanos viajassem para a ilha e enviassem remessas de dinheiro. Em paralelo, Castro adotou algumas medidas para liberalizar a economia cubana.
O contexto mudou nos EUA e no sul da Flórida em relação à Guerra Fria e os anos posteriores à dissolução do bloco soviético. Miami já não é a capital dos exilados intransigentes, como foi em outra época, embora esse grupo mantenha uma decisiva influência política em Washington. As novas gerações de cidadãos de origem cubana se distanciam das posições mais duras contra o castrismo. Uma pesquisa recente indicou que 52% da comunidade cubana em Miami se opõe à manutenção do embargo.
Figuras eminentes da comunidade, como o magnata do açúcar Alfy Fanjul, também se pronunciaram a favor de uma mudança de política. E o big business –o mundo da grande empresa norte-americana– não quer perder oportunidades de negócios em uma futura Cuba aberta ao capitalismo.
O argumento de Obama para defender a normalização não é que os EUA devam abandonar a bandeira dos direitos humanos e da democracia em Cuba, mas que a melhor maneira de promovê-la é abrindo-se à ilha. Daí o fato de Obama insistir na prioridade de medidas para facilitar o comércio –as instituições financeiras dos EUA poderão abrir contas em bancos cubanos– e as viagens: como na Espanha dos anos 60, essa pode ser a melhor maneira para que circulem as ideias que acabem precipitando a mudança.
Para o Governo Obama, abrir-se a Cuba é uma questão de interesse nacional. A Casa Branca admite que a tensão era um obstáculo nas relações com o restante da América Latina. Em abril está previsto que Obama compareça com Castro à cúpula das Américas no Panamá.
Se as medidas desembocarem em uma normalização plena, será eliminado o último resquício da Guerra Fria na América Latina. Não é o único no mundo. Além da pendência das negociações com o Irã, resta a Coreia do Norte.

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Fernando Bezerra se reúne com prefeitos

Fernando Bezerra se reúne com prefeitos

O senador eleito por Pernambuco, Fernando Bezerra Coelho ( PSB), partcipou na manhã de hoje, de uma reunião com representantes do Consórcio dos Municípios da Mata Norte e Agreste Setentrional (Comanas). O encontro contou com a presença dos prefeitos de Tracunhaém, Vicência, Timbaúba, Feira Nova, Camutanga, Ferreiros, Condado, Carpina, Itambé, Salgadinho, Nazaré da Mata, Goiana e Aliança. 
"Estou  percorrendo o Estado para agradecer pelo resultado das eleições,  mas também para trabalhar. Quero identificar em que situações posso ajudar as prefeituras a viabilizar projetos importantes, que precisem de articulação em Brasília", disse Fernando Bezerra.
Dos gestores públicos ele ouviu críticas à partilha de recursos empregada pelo Governo Federal, que concentra mais de 65% dos tributos arrecadados. "Hoje não temos nenhuma capacidade de investimento. Esta divisão é injusta e penaliza as prefeituras,  que pouco podem fazer", afirmou Belarmino, que preside a Comanas.
 O senador eleito reafirmou a disposição em lutar por um novo pacto federativo e fortaleceu o consórcio. "É importante que possamos apontar para soluções conjuntas, contemplando a região de uma maneira mais abrangente", ponderou Fernando.
Na sequência ele foi a Camaragibe, onde almoçou com o prefeito Jorge Alexandre. Desde o final das eleições o senador eleito já conversou com quase 60 prefeitos percorrendo o Araripe, São Francisco,  Sertão Central, Itaparica, Pajeú, Agreste e Matas Sul e Norte. Até o final de janeiro, ele pretende dialogar com representantes de todas as regiões de Pernambuco.

Nota - Senador eleito Fernando Bezerra Coelho

Desde o início dos trabalhos da equipe de transição que irá governar Pernambuco mantive a expectativa de ser chamado, no momento oportuno, para opinar sobre a formação da nova gestão. Acreditando que, com a experiência acumulada de quem já foi prefeito, secretário estadual em três gestões, deputado estadual, federal e ministro, teria colaborações a oferecer neste momento tão importante.
                                      
Uma conversa chegou a ser marcada para a última quinta-feira, depois remarcada para o sábado. Nesta reunião, em que não me foi solicitada opinião sobre a nova estrutura de governo e a formação da sua equipe, o governador eleito Paulo Câmara me pediu que indicasse um nome de perfil técnico para liderar a secretaria de Desenvolvimento Econômico, no que foi prontamente atendido.

Na madrugada da segunda feira, porém, recebi mensagem do governador comunicando a sua escolha por um novo nome. Manifestei, também por mensagem, o meu desconforto. Tomei a iniciativa de registrar as minhas opiniões ao prefeito Geraldo Júlio sobre este processo que hoje se encerra. Como senador eleito de Pernambuco estou determinado a trabalhar pelos interesses do nosso Estado e me coloco à disposição, dentro da minha área de atuação parlamentar, para colaborar com o governo que se inicia, desejando todo o sucesso para a nova equipe.

Policial militar que agrediu vigilante em bar na área central do Recife deve ser afastado

Tenente já foi identificado. Outro homem que participou da ação ainda é procurado

Reprodução
Oficial não teria gostado de repreensão feita pela vítima
O segundo tenente da Polícia Militar Joacy Justino da Silva, que agrediu o segurança de um bar no bairro do Derby, na área central do Recife, na madrugada do último sábado (13), deve ser afastado das atividades por 240 dias, enquanto é investigado. A informação foi divulgada pela Corregedoria da Secretaria de Defesa Social (SDS). O oficial, que ainda não se apresentou ao Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), agiu com outro homem ainda não foi identificado. A vítima se recupera em casa.
As agressões ocorreram por volta das 5h e foram registrados por câmeras do circuito de TV do bar. Nas imagens, o PM, de camisa clara, aparece se aproximando armado do vigilante Lucas Silva dos Santos, de 30 anos. Em seguida, dá coronhadas na cabeça da vítima. O segundo suspeito, de camisa verde, também participa da pancadaria e é ainda mais violento que o policial, dando chutes, pontapés e tijoladas na cabeça do segurança.
Uma terceira pessoa, que também acompanhava o militar, observou as agressões e, somente após alguns minutos, se aproximou para afastar os agressores. Ameaçando quem passava no local com a arma, o policial não permitiu outras interferências. Após a violência, os suspeitos fugiram do local, deixando a vítima caída na calçada em frente ao estabelecimento, onde ocorreu a violência.
No domingo (14), o FolhaPE conversou, por telefone, com a gerente do bar, que preferiu não ter o nome divulgado. Ela explicou que o ponto comercial já estava fechado quando o integrante da PM entrou, abriu o freezer e tirou uma garrafa de cerveja sem permissão. O vigilante repreendeu a ação e se afastou. Depois de consumirem o produto, os dois agressores começaram a ação.
A assessoria de comunicação da Polícia Militar repudiou o crime e esclareceu que foi aberto um procedimento administrativo sobre o caso. A corporação também explicou que vai aguardar as explicações do tenente para tomar as providências. Já a vítima, que prestava serviço no bar havia dois anos, foi encaminhada a um hospital particular e levou cerca de 60 pontos na cabeça.

 

Apac emite alerta de chuvas fortes na Região Metropolitana do Recife e na Zona da Mata

Índices de precipitações podem superar 30 milímetros. Defesa Civil estará de prontidão

 

Atualizada às 21h27
Paullo Almeida/Arquivo Folha
Emitido à tarde, aviso vale para as próximas 24 horas
A Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) emitiu, na tarde desta segunda-feira (15), um alerta de chuvas com intensidade de moderada a forte na Região Metropolitana do Recife (RMR) e na Zona da Mata. O boletim aponta a possibilidade de que, em algumas áreas, os índices de precipitações ultrapassem 30 milímetros. Os maiores volumes, contudo, atingem o Agreste e parte do Sertão do Estado há três dias.
As chuvas estão sendo ocasionadas por um Vórtice Ciclônico de Altos Níveis (VCAN), que se formou no sul da Bahia e tem se concentrado em áreas do Interior de Pernambuco, de Alagoas e de Sergipe. "Com a grande movimentação de ventos girando no sentido horário, a umidade sai muito rápido da superfície e alimenta a área de formação de chuvas. É um fenômeno comum no período do verão, entre novembro e abril", explica o meteorologista Tiago do Vale, da Apac.
Apesar de o alerta ter sido emitido para as áreas mais próximas do litoral, onde já tem chovido fraco desde o fim de semana, é difícil que os índices, de fato, ultrapassem os 30 milímetros, na visão do estudioso. "É um fenômeno que ocasiona chuvas muito concentradas e que nem no Agreste está tendo valores tão superiores. A questão é a intensidade, que é bem forte", completou Vale.


segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Raquel Lyra é contra Projeto de Lei das mídias alternativas





Projeto que democratiza as verbas publicitárias dos três Poderes de Pernambuco será retomado pelas mídias alternativas em 2015

Da Redação da AblogPE

Representantes da blogosfera pernambucana acompanharam na manhã desta segunda-feira (15/12), a última sessão do ano da Comissão de Constituição, Legislação e Justiça da Assembleia Legislativa (CCLJ da Alepe), que tramita o Projeto de Lei (PL) nº 2164/2014, para determinar valor não inferior a 5% das verbas publicitárias dos três Poderes de Pernambuco às mídias alternativas. Por iniciativa da AblogPE, o deputado Ricardo Costa (PMDB) é autor deste PL, que não entrou na pauta mais uma vez, apesar de quatro sessões realizadas e os apelos dos blogueiros junto a deputada Raquel Lyra (PSB), presidente desta Comissão.

Raquel Lyra chegou a afirmar que o projeto das mídias seria inconstitucional, pois move recursos públicos e mexe com a interdependência entre os Poderes do Estado (Executivo, Legislativo e Judiciário). “O PL não cria despesas, pelo contrário, ele democratiza as verbas publicitárias já existentes. Raquel Lyra foi omissa e intransigente, dando a entender que nem chegou a ler o projeto e pormenorizou uma proposta plenamente constitucional”, ressaltou Jairo Medeiros, assessor jurídico da Associação dos Blogueiros do Estado de Pernambuco (AblogPE). Ele lembrou que no Estado do Rio Grande Sul esta questão já é Lei, onde as mídias alternativas já são reconhecidas pelo Poder Público gaúcho.



Para o presidente da AblogPE, Lissandro Nascimento que fez uso da palavra junto aos membros da CCLJ, o Projeto 2164 é avançado na medida em que democratiza as verbas publicitárias disponíveis no Orçamento Público. “O aval desta Comissão poderia avançar o debate sobre as mídias sociais, no próximo ano na Alepe e na sociedade. É uma pena que este debate seja adiado, sobretudo diante de todos nós que fazemos uma nova mídia comprometida com a disseminação da informação e da cidadania”, destacou.

A atitude da parlamentar em não colocar em pauta o PL nº 2164/2014 foi vista pelos blogueiros pernambucanos como um ato de covardia, tendo em vista que todas as sessões contaram com a presença dos blogueiros de todas as regiões do Estado. Para a blogosfera, Raquel Lyra, filha do Governador João Lyra, decepcionou todos os que fazem a produção de conteúdo para as mídias digitais, pois se mostrou primária na sua posição de contrariedade à proposta.  

Agencia do Banco do Brasil fechado por falta d´agua


Agencia do Banco do Brasil em Ponte dos Carvalhos encontra-se fechada por falta d´agua, gerencia informa que a COMPESA já foi comunicada, sob o protocolo 2014 10 14 722963, em 12/12/2014, e que a mesma se comprometeu a fazer o reparo com brevidade.


Mulher é presa após matar vizinho no Cabo de Santo Agostinho

Suspeita acusava vítima de espalhar que ela traia o marido

 

Do JC Online

Uma mulher foi presa após matar o vizinho a facadas na Rua 40,  Vila Cohab, no Cabo de Santo Agostinho, na Região Metropolitana do Recife (RMR), nesse domingo (14). De acordo com informações da Polícia Civil, a suspeita, identificada apenas como Maria, acusava José Severino, de 38 anos, de espalhar que ela traia o marido, que trabalha em São Paulo. Após uma discussão, a suspeita acertou a vítima com uma faca.
Ainda segundo a polícia, José Severino chegou a ser socorrido e encaminhado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Cabo de Santo Agostinho, mas não resistiu. O corpo da vítima foi levado para o Instituto de Medicina Legal (IML). A mulher foi presa em flagrante e encaminhada ao Departamento de Homicídios e de Proteção a Pessoa (DHPP).