banner de rolagem carrosel

quarta-feira, 29 de julho de 2015

TCE bloqueia pagamento de shows em Jaboatão

Do JC Online
Para impedir que a Prefeitura de Jaboatão dos Guararapes efetuasse o pagamento integral a empresa ABPA Marketing e Produção de Eventos (responsável por contratar o polêmico show de Claudia Leitte pelo cachê de R$ 425 mil), o conselheiro do Tribunal de Contas Dirceu Rodolfo emitiu medida cautelar no dia 10 de julho. A Segunda Câmara apreciou, ontem, a decisão tomada monocraticamente pelo conselheiro-relator. Auditoria especial do TCE, que ainda não foi julgada pela corte do contas, identificou um prejuízo de R$ 1,7 milhão no contrato com essa produtora.
De acordo com o conselheiro Dirceu Rodolfo, o TCE foi informado de que a Prefeitura de Jaboatão iria fazer o pagamento à empresa. "Decidimos, então, lançar mão de uma medida cautelar para bloquear esse pagamento, uma vez que o processo da auditoria especial ainda não foi julgado", afirmou. Ele esclareceu, ainda, que a Prefeitura acatou a medida cautelar e suspendeu o pagamento do valor considerado indevido.
O relatório técnico responsabiliza o prefeito Elias Gomes (PSDB) pelos indícios de direcionamento e superfaturamento no contrato com a produtora ABPA. Para justificar que cabia ao tucano supervisionar o contrato com a ABPA, o parecer dos auditores de contas lembra que os R$ 5,5 milhões pagos à produtora em 2012 representam 84,46% do valor gasto pela Fundação de Cultura do município. Em 2013, a ABPA recebeu outros R$ 3,2 milhões, o equivalente a 46,19% do que foi desembolsado pelo órgão.
A auditoria apontou, ainda, superfaturamento na contratação dos shows de Cristina Amaral, Thalles Roberto e Banda Barca Maluka, além de Claudia Leitte. Para a prefeitura, o cachê de R$ 425 mil pago à cantora baiana foi justificado porque a apresentação ocorreu na virada do ano e a artista tinha destaque na mídia devido à sua participação no programa The Voice Brasil. O contrato com a ABPA foi encerrado em fevereiro de 2014. O processo chegou a ser colocado na pauta da Segunda Câmara em março deste ano, mas foi adiado após pedido de vistas do Ministério Público de Contas.
OUTRO LADO
O secretário de Assuntos Jurídicos de Jaboatão, Júlio César, esclareceu que a Prefeitura não tinha a intenção de pagar a produtora os R$ 1,7 milhão, que foi encarado como controverso pelo relatório técnico. "Fomos nós que provocamos o TCE avisando que iriamos fazer o pagamento do valor que não foi dado como controverso e deixar de pagar os R$ 1,4 milhão, que foi o cálculo do Ministério Público de Contas (em vez dos R$ 1,7 milhão, segundo ele)", disse. Como resposta, lembra, o conselheiro respondeu que não seria R$ 1,4 milhão, mas R$ 1,7 milhão que não deveria ser pago.

quinta-feira, 23 de julho de 2015

Betinho Gomes diz que Vado não é confiável para receber recursos de emendas. Opção foi usar Estado para ajudar o Cabo

Encontro de Lula Cabral e Vado
Betinho Gomes, em nota oficial enviada ao Blog
Causa-me estranheza, uma nota de esclarecimento divulgada, hoje, pela Prefeitura do Cabo de Santo Agostinho, tentando “esclarecer” algo que não existe.
A referida nota diz “esclarecer à população” que a atual gestão não recebeu nenhum recurso financeiro através de repasses de emendas parlamentares de minha autoria. Está clara, mais uma vez, a tentativa de desqualificar a minha imagem perante o cidadão cabense através da propagação de inverdades.
Como já disse e repito, destinei R$ 4 milhões em emendas parlamentares ao município do Cabo de Santo Agostinho.
São recursos que serão administrados pelo Governo do Estado: R$ 2 milhões através da Secretaria estadual da Micro e Pequena Empresa, Trabalho e Qualificação Profissional e outros R$ 2 milhões por meio da Secretaria estadual de Educação.
Esses R$ 4 milhões não serão administrados pelo atual prefeito por uma única razão: está mais do que provado que não é possível confiar na capacidade técnica e de gestão do prefeito Vado da Farmácia. Basta olhar a situação de caos e abandono em que se encontra a cidade.
Mas, o que me causa estranheza ainda maior, é essa nota vir a público exatamente um dia após o prefeito Vado da Farmácia e o deputado estadual Lula Cabral serem flagrados almoçando juntos no Hotel Sheraton, na Reserva do Paiva. Fato, inclusive, divulgado com exclusividade por seu Blog.
Coincidência? Será mesmo só coincidência?
Então, por que será que o discurso da nota divulgada pelo prefeito está tão afinado e igual ao discurso quem vem fazendo Lula Cabral, seu padrinho político?

Em nota oficial, Lula Cabral explica encontro com Vado e promete ajudar cidade do Cabo

Encontro de Lula Cabral e Vado
Por Lula Cabral, deputado estadual, em nota enviada ao Blog.
1- Não há falar em encontro secreto, se ele ocorreu em ambiente público;
2- Sempre que o Município do Cabo de Santo Agostinho precisar estarei pronto. E como Deputado Estadual e ex prefeito tenho compromisso e o dever de ajudar a minha Cidade.
3- Terei quantas conversas forem necessárias, se o intuito for ajudar o Cabo.
4- na oportunidade, me comprometi com o Prefeito Vado em ajudar a Cidade. Vou destinar todas as emendas a que tenho direito e destiná-las a nossa Cidade. Serão 100% das emendas para o Cabo. Diferentemente do Deputado Federal Betinho Gomes(PSDB) que mentiu, colocando outdoors, dizendo que teria mandado 4 milhões em emendas para o Cabo e nada, foi desmentido pela Prefeitura.
5- que fique claro ao deputado de Jaboatão e Bom Jardim, que torce para que tudo dê errado na nossa cidade, que não se faz política com raiva. Vou ajudar o prefeito Vado, independentemente de quaisquer divergências. Tenho responsabilidade com o Município.
6- Não sei os motivos de tanta raiva que o deputado Betinho tem do Cabo. Deve ser pelas pancadas eleitorais que o nosso Povo tem dado nele.
Seria bom ele ser mais honesto com o povo do Cabo se quiser merecer o respeito dele. Foi por essas e outras razões que o próprio povo colocou uma tarja com a palavra “mentira” nos outdoors das emendas inexistentes.
Betinho Gomes diz que Vado não é confiável para receber recursos de emendas. Opção foi usar Estado para ajudar o Cabo
No Cabo, Vado divulga nota para destacar que Betinho Gomes não ajuda município com emendas

No Cabo, Vado divulga nota para destacar que Betinho Gomes não ajuda município com emendas

Mais um lance da disputa municipal do próximo ano, no Cabo, um dia depois do vazamento da foto do prefeito com o ex-prefeito Lula Cabral.
NOTA DE ESCLARECIMENTO
A Prefeitura do Cabo de Santo Agostinho, em respeito aos cabenses e à opinião pública em geral, esclarece que não recebeu, na atual gestão, qualquer recurso financeiro através de repasses de emendas parlamentares de autoria do deputado federal Betinho Gomes (PSDB).
Ao contrário do que vem sendo divulgado por algumas pessoas, a Prefeitura do Cabo desconhece a existência dessas transferências de recursos até o momento e entende que as falsas informações a esse respeito são atos de má fé e visam apenas confundir a população.

quarta-feira, 22 de julho de 2015

Relatório do TCE aponta fraudes em licitações da área de Educação em Jaboatão


IMG_0435

Relatório da prestação de contas do Tribunal de Contas do Estado (TCE(, processo TCE-PE n. 1104331-3, referente ao exercício financeiro de 2010, obtido com exclusividade pelo Blog de Jamildo, aponta várias fraudes em licitações praticadas pela Maria Mirtes Cordeiro, secretária e uma pré-candidatas a sucessão de Elias Gomes. No documento, auditores do TCE pedem que Mirtes Cordeiro devolva, junto com o prefeito Elias Gomes, quase R$ 10 milhões, conforme relatório oficial.
Nesta semana, uma foto da secretaria aparece estampado nos outdoors, patrocinados pela Associação dos Fazendários de Jaboatão, apontando a senhora como amiga das crianças. Uma ironia frente as acusações de fraudes referentes a aquisição de fardamentos escolares e livros didáticos, licitados, pagos e entregues em quantidades ínfimas às adquiridas.
No ano passado, Jaboatão dos Guararapes fora destaque no fantástico por manter escolas em péssimas condições e alunos sem carteiras escolares. Recentemente, Mirtes Cordeiro teve seus bens pessoais bloqueados pela Justiça, por suposta malversação de verbas da educação.

sexta-feira, 17 de julho de 2015

DENÚNCIA - Túnel abandonado na Destilaria do Cabo






#BOMBA #EXCLUSIVO #NOTICIA #DENUNCIA #INFORMAÇÃO #ABANDONO #6ANOSDEESQUECIMENTO #TÚNELDODESCASO #CONTACOMIGODESTILARIA

AMIGOS E AMIGAS VEJAM QUE ABSURDO, TÚNEL QUE SERVIRIA DE ACESSOS AOS CADEIRANTES E MORADORES DE 3 COMUNIDADES NO CABO DE SANTO AGOSTINHO ENCONTRA-SE ASSIM ABANDONADO A MAIS DE 6 ANOS!!! O MAIS ENGRAÇADO DE TUDO ISSO É QUE ALEM DA PARADA FICAR A MAIS 500 METROS DE DISTANCIA DO TÚNEL, O PASSAGEIRO AINDA É OBRIGADO A SE ARRISCA E ATRAVESSAR AS DUAS PISTAS DA BR 101, SEM SINALIZAÇÃO OU QUALQUER TIPO DE SEGURANÇA AO PEDESTRE, ENQUANTO ISSO O TÚNEL SÓ SERVE PARA ATOS DE VIOLÊNCIA E CRIMINALIDADE... REALMENTE UM ABSURDO E DESRESPEITO COM PASSAGEIROS DESSAS COMUNIDADES.... VAMOS A LUTA AMIGOS COMPARTILHANDO E MOSTRANDO PARA POLÍTICOS QUE: #JUNTOSSOMOSMAISFORTES & #UNIDOSVAMOSVENCERESSABAGUNÇA #VEMCOMAGENTE #SOMOSONOVO #NOVASIDEIAS #NOVASATITUDES


Por Guto Bandeira


Secretaria de Paulo Câmara comandada pelo PSDB emprega a esposa e cunhada de deputado tucano

IMG_0407
O advogado Paulo Farias do Monte, aliado de Lula Cabral no Cabo, voltou a criticar publicamente o tucano Betinho Gomes, deputado federal pelo município e apontado como pré-candidato a prefeito no município.
De acordo com denuncia enviada ao Blog, o deputado tucano conseguiu nomear a esposa, Anna Cecília Vilaça Freira, na Secretaria de Micro e Pequena Empresa, Trabalho e qualificação, com um vencimento de R$ 5.647,75.
“Trata-se de uma sinecura e uma ironia, logo na Secretaria de Trabalho. “Não tem Jeito. Parece que os políticos não estão nem aí para o que pensa a sociedade. O Cenário político brasileiro vem passando por um turbilhão de escândalos. O país vive uma crise ética e os políticos parecem fazer ouvido de mercador às vozes das ruas. Depois de votar contra os trabalhadores, escancarando as terceirizações, o Deputado Federal Betinho Gomes resolveu solucionar o problema do emprego”, acusa o adversário.
“O estranho é que o Governador Paulo Câmara faz um esforço hercúleo para reduzir custos e gastos, enquanto o Secretário Evandro Avelar, indicado por Betinho Gomes e pelo seu Pai, o prefeito de Jaboatão Elias Gomes(PSDB), resolveu presentear a esposa do deputado, que recebe, conforme consta de cópia do contracheque anexo, sem dar um só dia de serviço. Tenho certeza que o Governador Paulo Câmara, homem sério que é, não tinha conhecimento dessa nomeação”.
De acordo com a denuncia, além da esposa do deputado Betinho Gomes, o secretário Evandro Avelar também teria presenteado com um emprego, numa prestadora de serviço a esposa de Elias Gomes Filho, Adriana Gomes da Silva, lotada na Agência do Trabalho do Cabo.
“O fato veio à tona e invadiu as redes sociais do Cabo, devido a desavenças entre as duas noras de Elias Gomes, devido a discrepância de salário de ambas. Enquanto a esposa do deputado Betinho Gomes percebe vencimento de quase 6 mil reais, a esposa de Elias Gomes Filho, cerca de mil e quinhentos reais apenas. Sendo que a esposa de Elias Gomes Filho comparece ao posto de trabalho.”, compara.
“É lamentável que o PSDB que participa e usufrui do Governo, sem dever qualquer fidelidade, haja vista, viver chantageado o PSB para rifar o deputado federal Daniel Coelho, dê esse péssimo exemplo de aparelhamento da máquina pública para engordar a renda familiar dos Gomes. Agora entendi, quando na campanha, o deputado Betinho Gomes dizia que iria lutar por mais empregos. Como diria, o Boris Casoy: “isso é uma vergonha”, critica.
Com a palavra, a secretaria de Trabalho e/ou o deputado tucano.

VADO NOMEIA EX MISS CABO, SALÁRIO DE QUASE R$ 8.000.00

É linda e se garante no que faz.

VADO NOMEIA EX MISS CABO, ASSESSORA ESPECIAL, COM SALÁRIO DE QUASE R$ 8.000.00

Vado da Farmácia nomeia ex miss Cabo, Yve Catarina, ASSESSORA ESPECIAL, com lotação no GAPRE - Gabinete do Prefeito.

Por Gleison Simeon

 

terça-feira, 14 de julho de 2015

Governo Dilma finalmente lança editais para novos terminais do Porto de Suape

rp_suape3.jpg
A Secretaria de Portos (SEP) da Presidência da República publicou no Diário Oficial da União desta segunda-feira (13) os editais de chamamento público nº 4/2015 e nº 5/2015 para a elaboração dos Estudos de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental (EVTEA) dos terminais de trigo e veículos do Porto de Suape
Os procedimentos são necessários para realizar a licitação dos arrendamentos.
De acordo com Suape, os terminais deverão ser licitados pela SEP no primeiro semestre de 2016, assim como os dois terminais de minérios e o segundo terminal de contêineres (Tecon II).
A administração do Porto de Suape avalia essa iniciativa como o primeiro passo para iniciar as licitações dos novos terminais, que vão alavancar a movimentação de cargas e consolidar Suape como o principal destino logístico das regiões Norte e Nordeste.
Os interessados na realização dos estudos devem apresentar um Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI) à SEP em até 30 dias, e os escolhidos terão 60 dias para elaboração dos EVTEAs.

segunda-feira, 13 de julho de 2015

Prefeituras podem ser obrigadas a oferecer ônibus escolar gratuito e seguro

Foto: Fernando Vidal via Comuniq
Foto: Fernando Vidal via Comuniq
Por Ayrton Maciel do Jornal do Commercio
Todas as prefeituras do interior de Pernambuco podem ser obrigadas, por lei, a fornecer ônibus escolar “eficiente e seguro” para o transporte dos alunos das escolas municipais. A obrigatoriedade depende da aprovação, na Assembleia Legislativa, de projeto de lei (nº 302/2015) que está na Comissão de Constituição e Justiça (CCLJ), e posteriormente da sanção do governador Paulo Câmara (PSB).
De acordo com o projeto, além de ter que fornecer os ônibus escolares seguros e eficientes, os prefeitos terão de garantir a manutenção semestral dos veículos, com todas as inspeções para verificação dos equipamentos obrigatórios e de segurança exigidos pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran). As prefeituras ficam, ainda, responsáveis pela fiscalização e adequação dos ônibus às normas de segurança.
A proposta – apresentada pelo deputado Aluísio Lessa (PSB) – determina que o transporte escolar deve ser “gratuito, seguro e de qualidade” e, para isso, também os motoristas dos ônibus devem estar habilitados pelas normas do Código Brasileiro de Trânsito. Será responsabilidade das prefeituras municipais a fiscalização do cumprimento da exigência da lei.
Como medidas de segurança, o projeto acrescenta as exigências de cintos de segurança em número igual à lotação do veículo, o do número de crianças transportadas não ser maior do que o número de assentos, a de tacógrafo e a realização de inspeções semestrais para verificação dos equipamentos obrigatórios. Obriga, igualmente, que nos veículos sejam submetidos às vistorias regulares do Detran.
“Um dos grandes motivos que levam os alunos a faltarem às aulas e mesmo a abandonarem a escola é a dificuldade de chegar até ela. Os municípios pernambucanos estão com a frota escolar em situação precária, impossibilitando o transporte dos alunos de forma segura e adequada. Os veículos estão, na sua maioria, danificados, com peças, pneus e equipamentos faltando ou quebrados, sem a mínima manutenção para que os alunos sejam transportados em segurança, ocasionando assim uma incidência muito alta de acidentes, às vezes fatais”, afirma o deputado.